Novas Noticias
Novas Noticias
Novas Noticias

Festa da Puxada do Mastro de São Sebastião acontece neste final de semana em Olivença

"Ajuê Dão, Ajuê Dan Dão. Vamos puxar esse mastro que é de São Sebastião”. Estes versos serão entoados novamente no tradicional cortejo da Puxada do Mastro, que acontece nos dias 11, 12, 13 e 14 de janeiro, em Olivença. Realizada pela Prefeitura e pela Associação dos Machadeiros de Olivença (AMAO), a Puxada do Mastro une comunidade religiosa e indígena para celebrar o mártir e padroeiro da catedral diocesana. Geralmente, os festejos acontecem no segundo domingo do mês de janeiro ou juntamente com a Folia de Reis. O ritual de escolha das árvores, que serão transformadas em mastro e mastaréu, é feito na semana anterior ao evento.


O resgate da cultura é essencial, visto que a Bahia possui muitas tradições. A Puxada do Mastro é uma das mais importantes festas da cidade, parte do calendário turístico e cultural de Ilhéus, com rituais indígenas, replantio de árvores e confraternização dos machadeiros, que junto aos nativos e visitantes levam o tronco até a Praça Cláudio Magalhães, passando pelas praias do Sirihyba e Cai n’Água. Com os tupinambás, os ilheenses e todas as pessoas que depositam sua fé, o evento fica ainda mais belo e com mais vivacidade. 


A programação religiosa e cultural já começou no último domingo (07), com a escolha do mastro e segue, no dia 11 de janeiro (quinta-feira), com a realização da Missa e Cortejo dos Mascarados, seguindo os dias do evento, com shows, missas, apresentações étnicas e desfile cívico e cultural. Entre os shows, estão o de Naian Dimes, no dia 12/01, Allan Diniz e Sinho Ferrary, no dia 13/02 e para encerrar, no domingo (14), Axé Beach e Batuke Bom.


A sacralidade é um elemento fortemente presente na festividade. Conforme o historiador e etnógrafo ilheense, Erlon Costa Tupinambá, após a derrubada da árvore em homenagem ao santo católico, são adotadas práticas como retirada das cascas do mastro para fazer chá, com a certeza de cura de enfermidades e atração de sorte, quando colocadas na carteira.


Segundo a tradição e crença, as cordas utilizadas para puxar o mastro servem de enfeites e de proteção para o corpo e a alma. Transcorrida a festividade, o mastro é substituído na praça, o tronco novo é retalhado e o antigo guardado junto com o mastaréu para ser queimado nos festejos juninos.


Confira a programação completa da Festa da Puxada do Mastro de São Sebastião


11/01 - Missa e Cortejo dos Mascarados


12/01 - Desfile cívico e cultural, Missa, Apresentações étnicas e culturais e show de Naian Dimes


13/01 - Feirinha Criativa, Procissão , Missa, Apresentações culturais e os shows de Allan Diniz e Sinho Ferrary 


14/01 - Puxada do Mastro de São Sebastião e os shows de Axé Beach e Batuke Bom


Local: Praça Cláudio Magalhães, Olivença

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem